Buscar
  • Revista Explosão in Samba

A toda poderosa da Tradição


Presidente Raphaela Nascimento, fala sobre suas expectativas para o próximo carnaval, sua gestão à frente da escola e conta alguns detalhes que a Tradição vai trazer em 2017; vale a pena conferir essa entrevista.

EiS - Nesse seu segundo Carnaval, presidindo a GRES Tradição, qual balanço você faz, da sua gestão?

Raphaela - O primeiro ano foi bem complicado, pois uma coisa é estar acompanhado as coisas ao lado de meu pai, que era o presidente, outra coisa bem diferente é você passar a ser a presidente, comandar de fato a escola. Eu posso dizer que amadureci muito como pessoa e fiquei muito feliz com o vice campeonato que obtivemos, em meu primeiro ano como presidente; estou mais "cascuda" e para esse ano não serei pega de surpresa, como fui em algumas situações no carnaval passado. Já estamos começando os trabalhos para fazer um belo desfile em 2017.

EiS - Você teve muita dificuldade para implantar seu método de trabalho na escola?

Raphaela - Sou muito diferente de meu pai, na questão referente à fazer carnaval. Eu não tenho medo de ousar e ter conseguido esse excelente resultado, já no meu primeiro ano, me deixou muito mais à vontade para continuar ousando, agora tudo que faço são flores (risos). Venho mudando as coisas, mas ainda falta um pouquinho para a Tradição ter a minha cara.

EiS - O que você pode nos adiantar, do que veremos da Tradição no desfile de 2017?

Raphaela - Podem esperar um grande espetáculo. Nosso enredo é o Lago dos Cisnes e vamos fazer um grande Teatro na avenida; não dividiremos a escola por setores e sim por atos. Nosso carro será um verdadeiro lago e teremos muita água sim. Não vai faltar surpresa e emoção no nosso desfile. É um enredo muito ousado para a Intendente Magalhães, por ser muito luxuoso, vou apresentar uma ópera na avenida.

EiS - Esse ano você desfilou com uma fantasia temática e para o próximo carnaval, vai repetir a dose?

Raphaela - Deu sorte e voltarei a usar uma fantasia temática. Posso adiantar uma coisa, a fantasia ficará entre o cisne Branco e o cisne negro, aguardem.

EiS - O que a Tradição fará de diferente, para chegar ao campeonato em 2017?

Raphaela - Estamos muito felizes com os componentes voltando para a escola, esperamos realizar tudo que estamos planejando para o desfile, passaremos na avenida com toda nossa torcida nas arquibancadas e tudo isso nos faz acreditar que temos tudo para chegarmos ao título.

EiS - No mundo do samba, você tem encontrado mais facilidades por ser mulher, jovem e bonita ou isso te traz algum tipo de preconceito?

Raphaela - Tem me aberto muitas portas sim. Esse fator me permite, principalmente, que alguns homens ao menos me escute, coisa que é mais difícil entre dois homens. E ao me escutarem , posso até conseguir convencê-los, do que eu quero.


0 visualização