Buscar
  • Revista EiS

"Não quero fama e muito menos dinheiro, busco apenas o carinho e o respeito dos ritmistas, das


Rainha de bateria, Kelly Casseres, à frente da bateria Tabajara do samba (Foto: Leandro Andrade)

A Unidos de Lucas terá à frente de sua bateria, para o carnaval de 2017, a linda empresária Kelly Casseres, que também é musa da Alegria Zona Sul, carrega a Vila Isabel no seu coração e no futebol é torcedora do Flamengo. A Revista Explosão In Samba conversou com ela e traz todo esse bate-papo para você conferir:

EiS - Como te despertou o desejo de ser rainha de bateria?

Kelly - Eu desfilei em alas, carros alegóricos, escolas da Intendente, da Sapucaí, onde inclusive fui campeã desfilando pela minha escola de coração, Vila Isabel. Eu sou musa da Alegria Zona Sul e quando se é musa, acaba despertando o desejo de se tornar Rainha de bateria e quando surgiu o convite, aceitei e estou curtindo muito.

EiS - E como surgiu esse convite?

Kelly - O convite foi feito através do meu amigo que assim como eu, é fotógrafo, Eduardo Hollanda. Ele sabia que eu já desfilava como musa e me indicou à presidência da escola; nós conversamos, eles me ofereceram o cargo, eu aceitei e foi muito legal. Tudo graças ao meu amigo Eduardo Hollanda.

EiS - O que você busca como rainha de bateria?

Kelly - Não quero fama e muito menos dinheiro, busco apenas o carinho e o respeito dos ritmistas, das crianças e toda a comunidade da Unidos de Lucas. Eu sou empresária, sou dona de um estúdio de beleza, sou diretora de uma multinacional de cosméticos, tenho o meu dinheiro e carnaval para mim é diversão. Estar recebendo esse carinho de todos é algo incrível, que não tem preço que pague.

Foto de Leandro Andrade

EiS - Qual o seu maior sonho no carnaval e na sua vida pessoal?

Kelly - Meus únicos sonhos, são para as minhas agremiações; espero que a Unidos de Lucas e a Alegria Zona Sul sejam campeãs cada uma em seu grupo. Não tenho nenhum outro sonho no carnaval, pois já estou muito feliz como musa da Alegria Zona Sul e Rainha de bateria na Unidos de Lucas. Na minha vida pessoal eu traço metas diárias para ter uma melhor qualidade de vida e alcançar uma estabilidade.

EiS - Algumas meninas se tornam rainhas de bateria por serem da comunidade, famosas ou pagam pelo posto. O que você pode falar sobre isso?

Kelly - No meu caso, eu não sou da comunidade, não sou famosa e nem paguei pelo posto. Não acho legal pagar pelo posto e em relação das pessoas famosas, às vezes acredito que seja importante para as escolas. Eu não sou da comunidade, mas sou do subúrbio, nasci pobre, trabalhei e trabalho muito para conquistar as minhas coisas e não medirei esforços para ajudar a minha escola à ser campeã.

Foto de Leandro Andrade

EiS - Deixe uma mensagem para a família da Unidos de Lucas

Kelly - Hoje (05/11) a escola estará escolhendo o hino para o carnaval de 2017 e desejo que seja escolhido o melhor para nossa agremiação. Contem comigo para o que for preciso, em todos os segmentos. Quero me tornar parte dessa família e espero que tenhamos muita sorte, sucesso e que sejamos campeões do carnaval.

Abaixo, vejam todos os detalhes da final de samba-enredo que a Unidos de Lucas estará realizando hoje a noite:


0 visualização