Buscar
  • Revista EiS

Dona Tinoca, mãe da musa Rafaella Mell, é muito mais que uma mãe coruja. Ela já foi à pé por toda a


Na imagem, Dona Tinoca orgulhosa com as faixas, prêmios e matérias de sua filha Rafaella Mell. Ao lado, a musa não menos orgulhosa, com suas faixas que representam suas várias conquistas no samba.

Dona Cristina Santos Ferreira, mais conhecida como Dona Tinoca, esposa de seu Marcelo, mãe de Nathália e Rafaella, nasceu e foi criada em frente a quadra da Acadêmicos do Cubango e há 16 anos vem transformando a vida da sua caçulinha em uma verdadeira musa. Rafaella Mell, desde os 6 anos de idade é acompanhada por dona Tinoca nas quadras das escolas de samba. Tinoca pode ser considerada empresária, assessora, amiga e acima de tudo mãe coruja. Rafaella Eugênia, que escolheu usar o nome artístico de Rafaella Mell desde bem jovenzinha, começou na ala dos passistas da Acadêmicos da Cubango ainda aos 6 anos e aos 9 se tornou rainha de bateria mirim da escola. Rafaella passou quase toda a sua fase de criança e adolescência se dedicando a agremiação que era praticamente parte do quintal de sua casa. Dona Tinoca, sempre acompanhando sua filha Rafaella, tem várias histórias interessantes para contar dos tempos de Cubango, mas uma ela diz que nunca esquece:

"No segundo ano que a Rafaella estava no Cubango, a gente estava indo para o desfile na Sapucaí e o ônibus quebrou em cima da ponte Rio-Niterói. Era um desespero dentro do ônibus e a Rafaella não parava de chorar, vendo todo aquele alvoroço. Eu peguei a Rafaella e junto com os outros componentes que estavam conosco, descemos e caminhamos a pé até o sambódromo e chegamos a tempo de desfilar. Quando olhei para Rafaella vi seus olhos brilhando de alegria."

Porém nem todo esse amor e dedicação que Rafaella sempre teve pela agremiação, foram capazes de lhe render oportunidades dentro da escola e dessa forma a bela mulata Niteroiense atravessa a baía de Guanabara e vai parar na São Clemente:

"Eu lamento não ter tido oportunidades na Cubango, mas é a escola que comecei, que tenho um carinho enorme e sempre vai estar no meu coração. Hoje estou muito feliz na São Clemente, é uma escola que aprendi a amar e que me dá oportunidades que eu nunca tive antes. O presidente está sempre dando oportunidades para todas as passistas e foi assim que me escolheu para representar a escola no Caldeirão do Hulk, o que me deu muita satisfação e alegria. Foi um momento inesquecível e me deu a possibilidade de me tornar musa da escola."

Dona Tinoca guarda tudo de Rafaella, faixas, recortes de jornal, troféus e tudo mais que faça parte da carreira vitoriosa de Rafaella no mundo do samba. A musa da São Clemente já concorreu em vários concursos e sempre vencendo, se tornando rainha de bateria mirim da Cubango aos 9 anos de idade, rainha de várias bandas e blocos, representou a São Clemente no concurso Musa do Caldeirão do Hulk, entre outros, conforme vocês podem ver abaixo:

Rafaella sempre teve uma outra pessoa que foi muito importante nessa sua trajetória, que é a sua tia Vaninha, que a musa sempre fala com muito carinho:

"- Tia Vaninha sempre torceu por mim, sempre me apoiou e hoje em dia, mesmo na igreja, continua torcendo para o meu sucesso no mundo do samba. Além de minha mãe, minha tia Vaninha também merece todo meu reconhecimento, por tudo de bom que eu conquistar no carnaval." disse a musa.

Rafaella Mell ainda bem novinha tinha suas referências no carnaval e nos contou de sua admiração especial pela Valéria Valença, Elaine Ribeiro, Ketula Mello, Geiselane Araújo e Patrícia Chélida, na qual Rafaella e dona Tinoca lembram um fato bem interessante:

"Eu ainda bem pequena, colocava o dvd do Dudu Nobre o dia inteiro, só para ver a Patrícia Chélida sambando. Eu fica deslumbrada vendo ela sambar e sempre sonhava em crescer e ser igual à ela. Anos depois cheguei a encontrá-la em um evento e estou muito feliz por que ela estará presente no concurso de rainha do carnaval de Niterói, que eu estarei participando." Disse Rafaella.

Na foto à esquerda, Rafaella Mell segurando o shortinho que usava nessa época que tietava Patrícia Chélida.

Para o carnaval de 2017 Rafaella Mell ainda não decidiu se desfilará de musa ou passista na São Clemente, pois para ocupar o posto de musa a linda mulata precisaria de um patrocínio para fazer a sua roupa do desfile, que não tem condições de bancar no momento. Dona Tinoca mais uma vez vem correndo atrás para realizar mais esse sonho de sua filha e dela também:

"Eu estou tentando patrocinador para a fantasia de minha filha poder desfilar de musa na São Clemente. Eu faço tudo que posso pela felicidade dela e para suas conquistas no carnaval, mas infelizmente não temos condições financeiras para fazer a roupa dela. Rafaella pode fazer divulgação da marca de quem quiser patrocinar e assim seria uma forma de dar retorno à quem investisse nesse sonho."

Mas Rafaella Mell não deixará de desfilar na escola, que hoje diz ser o seu maior amor no carnaval. Ela não conseguindo o patrocínio vai desfilar na ala de passistas, o que não diminui a sua alegria e empolgação de estar na agremiação:

"Hoje a São Clemente é meu maior amor no carnaval, minha escola de coração e mesmo que eu não consiga esse patrocínio para desfilar como musa, estarei desfilando na ala de passistas com a mesma alegria e empenho. A São Clemente é a escola que tem me dado oportunidades e o mínimo que tenho que fazer é retribuir com toda a minha garra em prol da escola."

Rafaella Mell com apenas 20 anos de pura beleza e simpatia ainda dará muitas alegrias para dona Tinoca e toda sua família, amigos e fãs, que torcem para o seu sucesso. Solteira e torcedora do Fluminense, essa beldade pretende dividir o seu tempo em 2017, entre as responsabilidades do carnaval e os estudos.

Agora é aguardar o carnaval chegar e poder curtir mais uma linda mulher brasileira, riscando a passarela do samba.


0 visualização