Buscar
  • Revista EiS

Carnavalesco Ney Júnior fala de família, Arame, Beija-Flor e assédio


Ney Júnior no barracão do Arame de Ricardo

Ney Júnior é desses caras que podemos chamar de gente boa. Casado, Ney recentemente foi pai de um menino chamado Lucca e coloca o bem estar de sua família como um dos principais objetivos de sua vida:

"Amo minha família, é meu porto seguro e faço de tudo para que tenham um futuro tranquilo." Disse Ney, que perguntado se sofre muito assédio de gays no mundo do samba, responde com naturalidade:

"Já recebi muitas cantadas sim, mas sempre levei de boa. Aviso que não é a minha praia e fica tudo bem, nunca perdi nenhuma amizade por conta disso." Finaliza Ney Júnior.

Foto: Ney Júnior, seu filho Lucca e sua esposa Aline Rieger.

Ney Júnior completou sete anos à frente do Arame de Ricardo e vem melhorando os seu resultados à cada ano. Ney chegou na agremiação, quando a mesma se encontrava no grupo D. Ney conseguiu dois acessos com o Arame de Ricardo e nos três anos no grupo B, alcançou um oitavo, quinto e quarto lugares respectivamente.

"Sou muito feliz no Arame, tenho do presidente Cesar Gomes e da direção da escola, tudo que preciso, dentro das condições da escola, para desempenhar o meu trabalho. Hoje eu não troco o Arame por nenhuma outra escola da Intendente Magalhães e tenho certeza que ainda seremos campeões." sintetizou Ney.

Ney Júnior já foi campeão na Intendente Magalhães em 2014, pela Unidos de Bangu, planeja em breve levar o Arame para a Sapucaí, mas tem um outro grande projeto em sua vida profissional. Fã confesso de Paulo Barros e Cid Carvalho, ele nos revelou sua grande ambição profissional:

"Tenho trabalhado bastante e busco aprender e me aperfeiçoar sempre, para se um dia tiver uma oportunidade de trabalhar na Beija-Flor de Nilópolis, poder aproveitar bem. Amo todas as escolas, mas um grande sonho de consumo que tenho é trabalhar na Deusa da passarela. Disse Ney.

Ney Júnior com seus ídolos Paulo Barros e Cid Carvalho


635 visualizações