Buscar
  • Revista EiS

Driblando a crise com os seus Orixás Arame de Ricardo está pronto para a avenida


Da esquerda para direita, podemos ver o Vice de Patrimônio Franklin (Curimba), diretor de carnaval, Thiago Gomes e o Carnavalesco Bruno Rocha. Todos finalizando o carnaval do Arame de Ricardo - ( Foto: Fabio Seganttini )

A azul e branco de Ricardo de Albuquerque não quer saber de crise e apostou todas as suas fichas em um enredo afro para afastar os maus espíritos e brilhar no seu desfile, na terça-feira de carnaval, na Estrada Intendente Magalhães, pela Série B. A Escola será a terceira a passar pela avenida.

Com quase 90% de suas fantasias e alegorias prontas, a Arame, que vinha nos últimos anos com enredos irreverentes, reuniu seus orixás para mostrar uma África berço da vida – “Agbaiyé – Dos Orixás Renasce a Vida”, mostrando a força desses seres de luz ainda tão incompreendidos e da cultura africana presentes no cotidiano de cada brasileiro através da sua religiosidade.

“É um enredo de muita responsabilidade por reunir os orixás. Mas, estamos fazendo tudo a base de muito respeito, credibilidade e responsabilidade. Estamos driblando a crise com a utilização de materiais reciclados e alternativos na confecção das fantasias que prometem impactar na avenida”, disse o carnavalesco, Bruno Rocha, que elogiou o conjunto da escola.

“Não tenho como mencionar apenas uma fantasia, o conjunto será muito impactante. Desde a comissão de frente até a alegoria que fechará o desfile. O carro alegórico será imenso, representando a criação de um novo mundo”, afirmou o carnavalesco que está a frente da escola pelo primeiro ano.

Para o diretor de carnaval, Thiago Gomes, a escola vai mostrar na avenida as qualidades e onde os orixás estão presentes na vida das pessoas

“É uma oportunidade de fazer uma homenagem aos orixás e à nossa madrinha que está presente na Escola, sempre nos guiando. Diferente do que o prefeito prega, queremos passar para as pessoas que a cultura afro é bonita, de força, de luz e energia, e é isso o que os orixás usam e trabalham para nos guiar e ajudar nas nossas vidas”, declarou o diretor de carnaval que promete uma escola imponente na avenida.

“A escola vai vir imponente na avenida, com cerca de 600 componentes, somando comissão de frente, 120 ritmistas da bateria e demais segmentos da agremiação, com dois tripés e um carro alegórico”, concluiu.

Matéria enviada pelo jornalista Fabio Seganttini


233 visualizações