Buscar
  • Revista EiS

Mangueira terá Musa Trans Patrícia Souza já desfilava na agremiação antes da transição


Musa Patricia Souza - Foto: Diego Mendes - Figurino: Luiz Fernando Gomes

"Mangueira, teu cenário é uma beleza!". E sem preconceitos! A escola de samba mais tradicional do Rio de Janeiro abriu espaço para a diversidade e terá a primeira musa trans. A carioca de São Cristóvão, Patrícia Souza, de 25 anos, vai estrear no cobiçado posto. Mas não será sua primeira vez na verde e rosa. Antes mesmo de sua transição, iniciada há cinco anos, ainda com aspecto masculino, já desfilava na Estação Primeira. Cabeleireira profissional, Patrícia vive em Londres há dois anos. Mas já está 100% dedicada aos preparativos para o desfile. Na avenida, vai representar uma Índia. "Minha apresentação será dia 19. Desde que houve o convite, tenho vivido os dias mais felizes da minha vida. Ser musa da Mangueira é a realização de um grã de sonho, uma grande conquista. Tenho recebido muito carinho e respeito da Nação Manguirense, o que me Deixa muito a vontade".

Enviado por:

Assessoria de imprensa - Flávia Cirino


56 visualizações