Buscar
  • Revista EiS

De pernas para o ar


Dona Maria da Graça exibindo parte de fantasias do Arame, confeccionadas pelo seu ateliê - Foto: Fabio Seganttini

Ateliê surpreende ao entregar fantasias com um mês de antecedência

A escola de samba Arame de Ricardo, que desfila pela Grupo B, na Intendente Magalhães, já teve a primeira boa notícia do ano, ao ser informado, hoje, que todas as fantasias para o seu desfile de 2019 já estão prontas no ateliê.

Ao todo foram necessários pouco mais de um mês para que 360 fantasias, incluindo baianas, bateria, afro, entre outras oito alas fossem confeccionadas pela equipe do ateliê Seganttini, localizado em Guadalupe, sob coordenação e trabalhos dos sócios Maria da Graça e Fabio Seganttini. A equipe também reproduziu outras 400 cabeças para a azul e branco de Ricardo.

“Pegamos essa tarefa que, para alguns, seria considerada em cima da hora. Mas, com a nossa metodologia de trabalho, conseguimos modelar, cortar, costurar e adereçar as fantasias que ainda precisavam ser desenvolvidas pela escola para este ano. Foi muito trabalho para apenas eu e a minha mãe, mas conseguimos dar conta de tudo com uma boa margem de tempo”, afirmou Fabio Seganttini, que já vem recebendo contatos para mais trabalhos.

“Alguns presidentes e coordenadores de escolas de samba já nos visitaram e demonstram enorme satisfação com a qualidade, organização dos trabalhos e acabamento de cada peça, o que vem gerando alguns compromissos profissionais para os próximos anos”, declarou Seganttini.

Para quem não conhece essa dupla de profissionais, eles já contam com mais de 20 anos de envolvimento com o mundo do carnaval, contudo é o primeiro ano de trabalhos com um ateliê próprio.

“Desde 1997 que estamos participando do carnaval do Rio de Janeiro, tendo passado e desenvolvido trabalhos para escolas como Caprichosos de Pilares e Império Serrano. Depois de alguns anos no exterior, retornei e decidi colocar em prática o ateliê, o que já vem dando enormes resultados e visibilidade”, explicou Fabio, que além de ser sócio no ateliê, divide o seu tempo como jornalista e fotógrafo, e sua mãe com serviços de costura para alfaiatarias em Copacabana e alguns clientes particulares, como atores e empresários da Zona Sul.

A Arame de Ricardo vem para a avenida este ano com cerca de 700 componentes, com o enredo em homenagem ao Primeiro Bailarino do Carnaval, o Jerônymo da Portela. As demais fantasias estão sendo preparadas, na quadra da agremiação, pelo carnavalesco Bruno Rocha.

“Quando a diretoria da escola me informou que as fantasias iriam ser reproduzidas neste ateliê, não tive nenhuma dúvida que o meu projeto iria ser executado com muita dedicação e capricho. Espero que essa parceria continue por muito anos”, disse entusiasmado o carnavalesco.

Parte de fantasias do Arame de Ricardo, confeccionados pelo Ateliê Seganttini - Foto: Fabio Seganttini


0 visualização