Buscar
  • Owerlack Júnior

Radar do Carnaval - Os dilemas do Carnaval


Coluna: Radar do Carnaval com Owerlack Júnior

Vivemos tempos que, ninguém em sã consciência, imaginaria estar vivendo.

Fomos abalroados por uma pandemia virótica que já matou mais de 20000 pessoas para falarmos apenas de Brasil.

E em um momento como esse, vai se falar de carnaval ?

E por que não? O carnaval como atividade cultural geradora de milhares de empregos, diretos e indiretos, que atrai ao País milhares de turistas oriundos de todas as partes do planeta e provoca a migração turística interna (36 milhões de pessoas em 2020, segundo o Ministério do Turismo) fora ser responsável pela movimentação de bilhões de reais (R$ 8 bilhões em 2020, segundo estimativa da CNC) também precisa pensar nos pós pandemia.

No Rio de Janeiro, há toda uma agenda para ser debatida. Considerando uma quase certa impossibilidade de realização do evento na data prevista, deveríamos aproveitar esse tempo a favor da busca por debater essa agenda.

Há de se buscar uma união de todos os entes, públicos e privados, envolvidos na administração, organização e execução do carnaval a fim de definirem uma pauta comum.

Temos uma eleição municipal que deverá ser fundamental para o futuro do carnaval na Cidade, e não podemos repetir erros passados nessa relação institucional, erros esses pelos quais pagamos hoje.

As ligas e seus dirigentes precisam sair da letargia e deixarem suas diferenças para trás. Os problemas por que passa nossa festa são muito maiores que qualquer vaidade e poderão decretar seu fim em um futuro próximo.

Como dizia um famoso personagem de novela:

“O tempo é curto e a Sapucaí é grande”

A coluna Radar do Carnaval será semanal e toda segunda-feira será exibida aqui pela Revista Explosão In Samba.


0 visualização