Buscar
  • Explosão In Samba

Não Deixe o Carnaval Morrer




Desde março o mundo é pautado pela pandemia do coronavírus. Tudo gira em torno desse assunto. Saúde, Economia, Política e, dentre outros o carnaval.

Vai ter ou não vai ?

Será que teremos vacina até lá ?

E os trabalhadores ?

A indústria do carnaval, as Escolas, como sobreviverão ?

A Liesa resolveu não resolver, não pensar muito no assunto e esperar para ver se chega um fax decidindo alguma coisa.

Mas tem cabeças pensantes se movimentando.

Um grupo pesquisadores, jornalistas e amantes do carnaval resolveu ir à luta. Esse núcleo originário do Museu do Samba vai buscar junto a Fundação Oswaldo Cruz uma maneira de juntar propostas e os protocolos de saúde para realizar um carnaval alternativo à Liesa no mês de fevereiro. Rachel Valença, Nilcemar Nogueira e Aloy Jupiara estão a frente desse projeto.

A Associação Independente dos Blocos de Rua do Rio - SEBASTIANA - caminha no mesmo sentido. Rita Fernandes, presidente da associação também buscará junto a Fiocruz um protocolo de segurança para que os blocos ganhem as ruas em fevereiro.

Sem poder público, sem as entidades representativas, resta a sociedade civil o papel de luta para não deixar o samba morrer e nem o carnaval acabar.

Owerlack Junior

9 visualizações