Buscar
  • Explosão In Samba

Para Não Chorar o Leite Derramado




Entra semana, sai semana e não tem jeito, a pandemia continua a pautar os assuntos do dia a dia. Todo planejamento de qualquer atividade depende de uma vacina, um arrefecimento do número de mortos, da conscientização das pessoas.

Ainda assim, nosso papel é pensar o carnaval lá na frente.

As Escolas, algumas já tem hino, outras definem calendário para escolha e a maioria aguarda os acontecimentos.

O que já tem data para acontecer e muito deve interessar ao mundo do samba são as eleições municipais em novembro.

É obrigação das Ligas, das Escolas, da imprensa do carnaval buscar saber dos candidatos a prefeito do Rio de Janeiro o que pensam e planejam em relação a maior manifestação cultural da Cidade.

É obrigatório que tenham uma pauta de reivindicações, idéias a serem levadas e debatidas.

É obrigatório que busquem se inserir no contexto político como influenciadores do processo para não serem chamados a participar como massa de manobra a exemplo do que ocorreu no último pleito. Depois não adianta chorar o leite derramado.

NO RADAR

A semana que passou teve a comemoração do aniversário de um baluarte do mundo do samba que há 30 anos comanda a Escola de Mestre Sala e Porta Bandeira e Porta Estandarte. Manoel Dionísio, 83 anos, vida longa, saúde e muita festa meu Rei.

O Império da Tijuca recebeu 56 obras que disputarão quem vai representar o hino da Escola no próximo carnaval. Eliminatórias se iniciam em 15 de agosto e final será em 12 de setembro. Tudo na base da live.

Cid Carvalho é o novo carnavalesco da Acadêmicos de Santa Cruz. Boa sorte a ambos.

Não havendo como realizar o desfile em fevereiro, qual seria a data limite para um desfile fora de época que não atrapalhasse o planejamento para 2022 ? Eis a questão...


Owerlack Junior



28 visualizações