© 2016 Revista Explosão in Samba | Criado por Faccilite

"...é uma pessoa que combina as coisas e não cumpre com aquilo que se compromete e acha que tudo se resolve aos gritos." Ex Madrinha do Império Serrano, sobre a presidente Vera Lúcia

28.10.2016

                                       Patrícia Chélida no desfile do Império Serrano (Foto: Luiz Eduardo)

 

 

 

 

A ex madrinha de bateria do Império Serrano divulgou uma nota à imprensa em que repudia as declarações da presidente do Império Serrano, Vera Lúcia, acerca de sua saída da escola. A mandatária do Reizinho de Madureira declarou em sua rede social que a então madrinha teria se recusado a usar o figurino para o Carnaval 2017 e faltado com o respeito com a presidente. Chélida se explica na nota abaixo:


 

 

"- Sou uma mulher de personalidade forte e de muita opinião. Não sou uma pessoa desagradável e mau educada, como cita a presidente, pelo contrario , quem me conhece sabe o quanto sou educada e uma pessoa de bem. Esta semana fui ao Império Serrano para conversar com a presidente, e ela já estava praticamente pronta para me afastar da escola usando qualquer motivo para que isso acontecesse. Ao contrário do que diz a Vera Lucia, eu fui à reunião justamente pra pedir o meu afastamento da escola, devido aos fatos que tem ocorrido comigo dentro do Império Serrano. Ao contrário do que diz a presidente, essa história da roupa seria uma das últimas mentiras para de alguma maneira forçar a minha saída da agremiação.
Um dos fatos que me deixou chateada foram os pedidos constantes do patrono da escola, que é uma pessoa que vem ajudando à escola que não queria a minha presença na frente da bateria. Tenho várias pessoas que cansaram de escutar muitas discussões sobre esse assunto. Quem conhece a Sra. presidente sabe como é a personalidade dela. Infelizmente ela é uma pessoa que combina as coisas e não cumpre com aquilo que se compromete e acha que tudo se resolve aos gritos.

Ela não tinha argumento sobre tudo que foi combinado e foi falado e já não queria mais falar e começou a gritar e me ofender. Aprendi dentro de casa que educação é fundamental para o bom convívio da sociedade. Ela sim, faltou com o respeito comigo, por que primeiro, não cumpriu com nada com que foi combinado. Segundo, começou a gritar e me expulsou de dentro da sala dela e me ameaçando ser retirada pelos seguranças da escola (tenho testemunha), e em momento algum me manifestei em relação a esse lamentável episódio que aconteceu. Mas, eu disse a ela tudo que eu pensava e que eu gostaria de falar na sua frente. Eu sou uma pessoa do samba, nascida , criada respeitada desde que me conheço por gente. Graças a Deus, nunca precisei usar escola de samba nenhuma ou nome de ninguém, de homem, amigo, primo, marido, para poder ter meu nome no meio ou usar o nome do Glorioso Império Serrano “usá-lo como trampolim para a fama”, como bem disse a presidente Vera Lucia, numa rede social. Eu sou uma pessoa que graças a Deus as pessoas me conhecem pelo meu trabalho, o que eu represento na história do carnaval.

Para mim é lamentável esse episódio, principalmente ela tentar se justificar. Porque as pessoas da escola não estão felizes com isso, se justificar tentando me atacar, eu sinto muito, só lamento.

Em relação a agredir de alguma maneira, fazer qualquer coisa contra outra menina que esta lá, isso não é verdade, todo mundo que vai no Império Serrano vê, frequenta, sabe, desde a coroação, feijoadas e eventos sempre correu com muita tranquilidade sem estresses ou briga nenhuma.

Eu me afastei sim, não foi só por conta dela me tirar, mais por conta de tudo isso e muitas coisas que vinham acontecendo na escola e que os imperianos sambem.

Patricia Chélida.”

 

 

 

 

A Revista Explosão In Samba está sempre disponível para publicar a versão de cada uma das partes envolvidas. Antes de publicar a nota da senhora Patrícia Chélida, a mesma conversou diretamente com a nossa redação e somente após essa conversa, decidimos postar a sua nota, para que tivéssemos certeza de que a nota é a verdadeira versão dos fatos por parte dela. Não temos o costume de simplesmente copiar notas dadas em redes sociais. Colhemos várias outras declarações sobre o fato ocorrido, segundo a ex madrinha do GRES Império Serrano Patrícia Chélida, porém chegamos ao acordo de por hora postar apenas a nota redigida pela mesma. A senhora Vera Lúcia, presidente da entidade, assim como qualquer outra pessoa que tenha se sentido ofendido ou injustiçado com a nota, poderá entrar em contato com a nossa redação e terá o mesmo espaço para resposta.

E-mail: explosaoinsamba@gmail.com

 

Please reload