© 2016 Revista Explosão in Samba | Criado por Faccilite

Após Arame divulgar que não fará disputa de samba, o compositor Mestre Dudu soltou o verbo, denunciando até supostos conchavos nas disputas de samba da escola.

30.05.2017

                                     Mestre Dudu, durante disputa de samba do Arame de Ricardo em 2015 - Foto: Redes sociais

 

Após o Arame de Ricardo divulgar que não terá disputa de samba, os ânimos se exaltaram entre alguns componentes da ala de compositores da escola e até de compositores de outras escolas. É inegável que o assunto é polêmico e várias escolas vem adotando essa prática de encomendar samba. Um dos mais revoltados foi o Mestre Dudu, que conversou com nosso repórter Anderson Lopes. Acompanhe na íntegra, a conversa entre Mestre Dudu e Anderson Lopes:

 

Anderson Lopes - O que você acha do Arame não fazer disputa e encomendar samba ao compositor Samir Trindade?

Mestre Dudu - Um desrespeito aos compositores da própria escola como eu...MESTRE DUDU, O SEU AMIGO DO SAMBA!

Anderson Lopes -  Isso que você chama de desrespeito aos compositores do Arame pode agravar a situação da escola?

Mestre Dudu - A escola já encontrasse rachada há mais de 2 carnavais, quando o próprio vice-presidente venceu o samba no conchavo com a diretoria da época, não cito nomes, mas a situação é essa...Tenho dito.

Anderson Lopes- Na sua visão é possível reverter essa situação?

Mestre Dudu - Não com essa diretoria, reeleita para mais um mandato por aclamação, por conselheiros empossados e indicados por eles mesmo. Uma pena, pois a graça de uma disputa é você poder confrontar seus conhecimentos históricos e musicais dentro de quadra. Isso nos foi retirado. Não que eu não respeite os compositores que assinarão o samba, deve sair um bom samba, com certeza, pois também é da equipe deles o enredo proposto. Mas continuarei no Arame de Ricardo.

Anderson Lopes - Esses acontecimentos podem trazer alguma conjuntura difícil para a escola?

Mestre Dudu - Sim, no futuro eu temo que quando essa diretoria sair, minha escola sofra uma derrocada, perdemos a comunidade, bateria alugada, e demais componentes, em sua maioria não sejam Arame de coração. Esse é o meu temor, vide um exemplo, união de Jacarepaguá.  Hoje no grupo D.

Anderson Lopes –  Diante desse temor, uma reunião com todos os componentes da escola não seria a solução para se resolver tudo?

Mestre Dudu - Isso nunca foi proposto, não é do feitio dessa diretoria, apesar de eu ter confiado muito nesse presidente, em um passado bem próximo. O nosso sonho era um só, ver o Arame na Sapucaí.

Anderson Lopes - O que você achou do enredo "Agbaiye -  Dos orixás renasce a vida", para o carnaval 2018?

Mestre Dudu - Um excelente enredo, o mundo de lá, sempre ajudou aos de cá. Sou historiador, sempre leio muito, de tudo um pouco.

Anderson Lopes – Apesar de diversas contrariedades que na sua visão podem prejudicar a escola futuramente, o Arame tem chances de ser campeão da série B?

Mestre Dudu - Acredito que ainda não, mas como um sonho, eu acreditaria.

Anderson Lopes – A conquista desse título mudaria muita coisa na escola para melhor ou para pior?

Mestre Dudu - Só solidificaria o sonho e traria novos componentes para a escola, pois vitória mesmo, só temos na década de 80 como bloco de enredo em 1981 e outros em banhos de mar a fantasia.

 

 

 

 

 

Please reload