© 2016 Revista Explosão in Samba | Criado por Faccilite

Acadêmicos do Sossego vai levar para a Avenida, enredo que fala de intolerância religiosa. Jesus Malverde, "o bom bandido", será o fio condutor desse enredo que promete muito.

24.03.2018

    Logo do enredo 2019 da Acadêmicos do Sossego - Divulgação

 

Acadêmicos do Sossego, que desfilará pelo grupo A em 2019, levará para avenida o enredo que fala de Jesus Malverde, também conhecido como "o bom bandido" ou "narco-santo", um herói folclórico do México. Em 2019 estará completando 110 anos da morte desse santo nada convencional e muito cultuado no México e Estados Unidos, principalmente por envolvidos em tráfico de drogas. A agremiação anunciou hoje o enredo com a seguinte mensagem:

 

"Não se meta com minha fé, acredito em quem quiser"

"Nestes tempos sombrios, o Acadêmicos do Sossego levará para a avenida sua mensagem contra a intolerância religiosa e um apelo para que nosso país volte a ser uma nação acolhedora de todas as crenças e para que o mundo jamais volte a matar em nome de Deus. Sob as bençãos  de Jesus Malverde, cujos fiéis são tão injustamente criticados por manterem sua devoção, a escola mostrará que uma das grandes belezas da humanidade está na diversidade das suas religiões, nas diferentes formas de se comunicar com o divino, e também de se calar e nele não acreditar. Crentes ou ateus, nosso sangue tem a mesma cor, e navegamos juntos nesse barco que é a nossa Terra. A violência e a divisão nos destrói, mas a união e paz nos reconstrói. Axé para quem é de axé, amém para quem é de amém! Shalom! Salaam Aleikun!"

O carnavalesco Leandro Valente falou sobre o enredo e a alegria de estar na agremiação do Largo da Batalha:

 

"Estou muito feliz em integrar a família Sossego. Mais uma vez agradeço ao presidente Wallace Palhares e toda sua diretoria pelo convite. Em 2019, vamos dar um grito de liberdade e respeito. Nestes tempos sombrios, o Acadêmicos do Sossego levará para a avenida sua mensagem contra a intolerância religiosa e um apelo para que nosso país volte a ser uma nação acolhedora de todas as crenças e para que o mundo jamais volte a matar em nome de Deus. Sob as bençãos de Jesus Malverde, cujos fiéis são tão injustamente criticados por manterem sua devoção, a escola mostrará que uma das grandes belezas da humanidade está na diversidade das suas religiões, nas diferentes formas de se comunicar com o divino, e também de se calar e nele não acreditar. Crentes ou ateus, nosso sangue tem a mesma cor, e navegamos juntos nesse barco que é a nossa Terra. A violência e a divisão nos destrói, mas a união e paz nos reconstrói. Axé para quem é de axé, amém para quem é de amém! Shalom! Salaam Aleikun!
Agradeço tb ao irmão, amigo e mentor Leonardo Valente por todo o tempo, empenho e dedicação aos meus projetos. Agradeço ao amigo João Mafra, pelos cinco anos de parceria nas logos dos meus enredos. Desta vez, mafra pegou uma pintura minha e trabalhou graficamente. É muito bom estar cercado por pessoas do bem e competentes."

Leandro Valente recebendo prêmio SambaNet 2015 - Foto: Redes sociais
 

Please reload